BANER

AS 05 MAIS ACESSADAS

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Ninguém nasce sabendo! Mas crescemos aprendendo.


Ao homem foi dado o poder de aprender, capacidade recebida por Deus e que diferencia nós, seres humanos dos animais irracionais. Embora o ser humano tenha atitudes irracionais, impensadas muitas vezes; podemos reavaliar o nosso ponto de vista e seguir em direção oposta à aquela que ontem era a única e defendida por nós.

Rever conceitos, passou a ser fundamental ou até mesmo uma questão de sobrevivência em nossa sociedade moderna e tecnológica. Isso se deu, a aceleração constante do crescimento em todas as ciências do saber, e que a cada momento, novas descobertas estão aparecendo. Com isso, se inicia um processo de reavaliação daquilo que tinhamos como verdade, é como se a cada momento parte dessa verdade fosse sendo incorporada ao nosso conhecimento finito.

Nos relacionamentos sejam eles: conjugais, familiar; não é diferente, pois rever a maneira como nos relacionamos é algo que carece de responsabilidade e sensibilidade. Não podemos estagnar nessa constante busca pelo aperfeiçoamento e conhecimento no processo do aprender. Aprender é um ato contínuo e persistente da natureza humana, é um dom inato em nós, é a nossa natureza. Mas aprender, só é conclusivo, quando de fato externamos na prática o que realmente aprendemos.

Ninguém nasce sabendo, mas na fase do crescimento, vamos aprendendo como interagir em nosso meio.
Em muitos momentos precisamos estar estimulados para aprender, creio que a “razão pela qual” pode nos levar à um esforço para aprender, pois quando percebemos o valor, a utilidade, a necessidade, este processo se torna mais fácil.

No meio familiar e conjugal, creio que o maior estímulo que podemos experimentar para aprender nesse relacionamento, é o Amor. Principalmente quando este, é movido pelo ‘Ágape’ , amor de Deus, pois na vida conjugal, entendemos que nossa felicidade no relacionamento a dois está essencialmente ligada pela forma de como me relaciono. Minha felicidade se completa quando a faço feliz, entendemos que nenhum ser pode ser feliz fazendo o mal ao próximo, mas sim quando fazemos alguém feliz, creio ser essencialmente um princípio da vida.

Amar a Deus acima de todas as coisas é o primeiro e o maior mandamento, e creio entender a razão. Podemos ter um referencial de amor familiar ou não, mas se eu não tiver um experiência genuína com Deus, nunca poderia amar verdadeiramente, posso até gostar, mas nunca amar. Posso até dizer “eu te amo” mas simplesmente serão palavras, sentimento, mas nunca amor.

Crescer aprendendo, é uma reflexão que nos chama para as urgências dos nossos relacionamentos, é hora de observar, equilibrar e integrar o sensorial, o racional, o emocional, o ético, o pessoal e o social, para continuarmos a aprendermos.

Aprender é não ter medo, medo é a ausência do conhecimento.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...